Custom Search

Canário da terra verdadeiro


O canário-da-terra-verdadeiro é uma ave admirada pelo canto forte e estalado. Por isso é uma vítima do tráfico de animais silvestre e é frequentemente aprisionada como ave de cativeiro. Ele está entre as 10 aves silvestres mais apreendidas, segundo o IBAMA, mesmo tal ato sendo considerado crime federal inafiançável pela Lei de Crimes Ambientais (Lei 9.605/98).

O canário-da-terra-verdadeiro também é conhecido como canário-da-horta, canário-da-telha (Santa Catarina), canário-do-campo, chapinha (Minas Gerais), canário-do-chão (Bahia), coroinha, canário-da-terra e cabeça-de-fogo.

-=-=-=-=-   Características   -=-=-=-=-
 
Nome científico: Sicalis flaveola
Tamanho aproximado: 13,5 centímetros.
Peso médio: 20 gramas.
Cor: amarelo-olivácea com estrias enegrescidas nas costas e próximo das pernas. Asas e cauda cinza-oliva. A íris é negra e o bico tem a parte superior cor de chifre e a inferior é amarelada. As pernas são rosadas. A fêmea e o jovem tem a parte superior do corpo olivácea com densa estriação parda por baixo, com as penas e cauda e tarso quase enegrescidos. Com 4 a 6 meses de idade, os filhotes machos já estão cantando, e levam cerca de 18 meses para adquir a plumagem de adulto.
Família: Emberizidae
Origem: América do Sul


No Brasil, o canário da terra pode ser encontrado no Maranhão, Minas Gerais, Piauím Ceará, Pernambuco, Bahia, Espírito Santo, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás.

Independente do sexo, os filhotes são cinzentos. Quando adultos, os machos tem predominância da cor amarela, principalmente na cabeça com tons avermelhados. As femeas não tem a cor tão viva ou vibrante, ficam com um tom cinzento amarelado.

A alimentação é composta por sementes de gramídeas nativas em geral (você nunca verá um canário comendo restos de comida humana como um pombo ou pardal). Em cativeiro eles se alimentam basicamente de alpiste e painço, lembrando que esta é uma ave silvestre e protegida pelo IBAMA. Para se ter um canário da terra ele deve ser nascido em um cativeiro autorizado pelo IBAMA e deve vir devidamente alinhado e documentado. Nunca mantenha aves ilegais em casa.

Na natureza o canário da terra faz seu ninho em cavidades de árvores ou construções humanas, ninhos artificiais de madeira e na grande maioria das vezes utiliza ninhos antigos de joão de barro.




BRIGAS / RINHA
As femeas geralmente provocam brigas entre os machos, que chegam a se machucar seriamente na natureza. Em cativeiro, várias pessoas agem de má fé e usam este instinto natural dos canários da terra para produzir rinhas de canário.
Quando soltos na natureza, os machos brigam até que um desista e fuja. Quando a briga ocorre em uma rinha, as aves estão presas e nenhuma pode fugir! Por esse motivo, um sempre acaba matando o outro canário. Um ato de covardia absurdo por parte de pessoas de mente fraca.

 




Nenhum comentário:

Postar um comentário